abril 10, 2010

Que nome darei ao meu filho?

Tá! A gente um dia percebe que cresceu e que a vidinha de adulto ás vezes é chata. Mas junto com ela, chegam responsabilidades, liberdades e desejos, como o de formar uma família, por exemplo.

Pensando nisso, e devaneando sobre outras coisas correlatas (como: "Meu deus ela tá grávida? mas não foi ano passado que fomos aos 15 anos dela?) percebi que algumas pessoas não conseguem sentir a importância que está inerente no momento em que você, e esperamos que... junto de seu parceiro (a), engravidam e escolhem o nome do rebento!

Escolher um nome, principalmente para um filho é dar a ele, antes de nascer, um fardo que ele carregará consigo até depois da sua morte (vide: inscrição no jazigo).
Em todos os lugares onde trabalhei sempre tive contato com muitas pessoas... seja nos meus tempos de professora, ou com as coperativas rurais, ou com o atendimento ao cliente, sempre encontrei pessoas com nomes digamos diferentes... então... dica pra quem está pensando em ter filhos: honey! Sasha, Richarlison, Perlla... é muito over.... prefira nomes como João / Pedro / Miguel / Ana / Luíza...
Não adianta teimar...

certos nomes fadam seu portador à pobreza
Ou você já viu alguma Kauany Lavínia rica, ou frequentando as altas rodas da society!? Fanática por Darwin como sou, classifiquei alguns dos nomes com os quais me deparei ao longo de minha vida, nas categorias abaixo:

1. Nomes mitológicos: Tem gente que quer que o filho seja alguém na vida com tanta avidez que coloca o nome de algum Deus ou Deusa sa antiguidade para mostrar força, e que são pais com cultura. Aí entram o Agamenon e o Highlander, irmãos; o filho de "Eike", Thor; uma amiga dos tempos de colégio, XXXXX e por aí vai...

2. Nomes com o nome dos pais no meio: Todo mundo conhece ou é de uma família onde todos os filhos homens recebem os nomes do pai como segundo nome e as mulheres, o da mãe. Na famíla da minha sogra é assim: Marlene Catarina, Marlete Catarina, Elisabete Catarina, Eliane Catarina, Margarete Caratina. Não preciso nem dizer que as que casaram tiraram o "Catarina" do nome. Nada contra "Catarina", que é também o segundo nome da minha mãe... mas tudo contra nomes duplo abstratos.

3. "Rapeizi" toda com a mesma letra: Essa é mais fácil ainda. Todos os irmãos com os nomes iniciando com a mesma letra. Minha avó, exemplo clássico, invejou uma irmã que resolveu colocar os nomes dos filhos começando com "E". Cada uma tendo mais de 10 filhos... com pouca criatividade lá pros lados de Barreiros = vários primos com o mesmo nome. Filhos da minha vó eram 14: 1.Édio 2.Elmo 3. Ércio 4.Érico 5.Edna 6. Edla 7. Edela 8. Elza 9.Elba 10. Elaine 11. Outra Elza... os outros três eu não lembro. Detalhe: grifei o nome dos vivos. (Momento onde vc se dá conta que nenhum dos nomes acima combina com "Catarina") Da família do meu sogro, vem, entre outros: Anilton, Anísio, Adilson, Anírio, Antônio, Aparecida, Alcilete, Alcidino, Arosangela e Aroselania, com A mesmo.

3. Estrangeirismo:
Maique, Maiky, Maicon, Maykel (esse, eu conheço!)... filhos de mães fãs
de Michael Jackson. Brenda, Tiffany e afins... filhas de mães fãs de "Barrados no Baile", of course! Ainda tem o seu Ruliglês, cliente ... que se chama de Julio Iglesias... quanto mais "l" e "n" duplos, e "y" no nome mais pontos você ganha no pobrômetro.

4. Nomes duplos: Perguntei uma vez à uma aluna de 16 anos, grávida: - Já escolheu o nome? / Sim, minha mãe escolheu comigo. Se for menina vai ser Kauanny Lavínia. / e eu perguntei: E se for menino: / Ah... aí vai ser Ryan (Ri.ã) Lianderson. MEDO!

5. Sem categoria definida:
Tá, eu adoro ele, mas ele tem que entrar na minha lista. Meu amigo Hyowata (Rau.á.ta) tem um irmão chamado Helamã (E.la.mã). Tudo bem, nós somos de uma geração onde nossos pais viveram com intensidade os anos 70... amor livre, depilation free etc e tal, mas a mãe deles mostrou-se mais criativa do que eu. Teve também o Raruilquer, meu aluno... o apelido dele é Rari. E pra fechar, Deusdete; que achamos ser uma senhorinha, e era um HOMEM.

Comprovando minha teoria, conheçam o
Alevyson Wagner:

Um comentário:

Diogo Honorato, disse...

No caso de filho, acho que já são dois votos dizendo que "Diogo" é lindo